Newsletter
  • Antix

    banner_blog_lembranças_antix

    Share and Enjoy

    • Facebook
    • Twitter
    • Delicious
    • LinkedIn
    • StumbleUpon
    • Add to favorites
    • Email
    • RSS
    ...

    ...

    Um souvenir de lembrança

    11/02/2016

    lembranças_gif

     

    A coleção Contos do Campo chega às araras das nossas lojas amanhã e o coração tá numa ansiedade só! Nesse embalo, a gente aproveita para se despedir do verão com um aperto de saudade. A coleção Lembranças fez a gente viajar para longe e agora chegou o momento de aterrissar o coração de volta à terra firme. Sabe o que é melhor? Temos um monte de souvenires na mala. (;

     

    Um verão lindo, com espírito aventureiro e com aquele desejo incontrolável de pegar a estrada rumo ao destino mais longe abriu espaço para uma nova temporada. A gente saiu livre por aí e rodamos os quatro cantos do mundo.

     

    01

     

    Foram lugares que a gente nunca imaginou e momentos dos mais incríveis. Quantas experiências e destinos em forma de estampa! Ao mesmo tempo foram pesquisas riquíssimas para conhecer os países, as regiões, os continentes. Descobrimos o frio, o calor, o deserto e o gelo. E tudo sem perder o charme do verão. Definitivamente são estampas que vão fazer as nossas férias e os nossos passeios.

     

    Uma lembrancinha, um mimo, um carinho. A gente sempre traz alguma coisinha para os amigos, né? Pois a nossa mala veio carregada de presentes. Só que dessa vez foram presentes para guardar na memória. São histórias, momentos, registros simbólicos que ficarão marcados no coração.

     

    02

     

    Os nossos souvenires registram a nossa despedida. Um “até logo” para uma coleção que fez a equipe inteira aprender muito sobre cultura, história e geografia. E sobre nós mesmas! Afinal, viajar é isso. E tudo com um sorriso no rosto e muito estilo.

     

    Mas o melhor é que foi maravilhoso viver todas as viagens com vocês! Que venham outras lembranças especiais e outros caminhos para a gente explorar com muito amor e sem perder a nossa essência. (:

    Share and Enjoy

    • Facebook
    • Twitter
    • Delicious
    • LinkedIn
    • StumbleUpon
    • Add to favorites
    • Email
    • RSS
    tags: Coleções

    No radinho: Kings of Convenience

    10/02/2016

    1

     

    Passou o carnaval, a folia e o agito e nos restou a quarta-feira de cinzas com um montão de música chiclete na cabeça. Se você, assim como nós, está querendo só tranquilidade pra hoje, a gente tem uma dica! Uma banda para entrar nesse clima calminho e sossegado é a Kings of Convenience. Dá o play no radinho e vamo ouvir?

     

    O duo norueguês é formado por Erlend Øye e Eirik Glambek Bø. Os dois são amigos desde crianças e fazem parte de vários projetos musicais. A Kings os Convenience nasceu em 1999, com referências de folk music e bossa nova. Ou seja, a combinação voz e violão é o ponto alto do estilo deles!

     

    capa 1

    capa okok

    capa 2

     

    No currículo, dá para destacar três discos incríveis. Quiet Is The New Loud (2001) foi o primeiro que estourou. Depois foi a vez do Riot On An Empty Street (2004) que é puro amor e por último o Declaration of Dependence (2009).

     

    3

    4

    2

     

    A gente fala assim em discos porque vale ouvir tudo! As suas canções são intimistas, que prezam pelo silêncio e a calmaria. O tipo de música contemplativa para esquecer do mundo lá fora e entrar no clima da tranquilidade total. Entre um romance, uma dancinha feliz e um sorriso no rosto. Bom, é assim que a gente sente!

     

     

    Das músicas preferidas, a gente recomenda a I’d Rather Dance With You (com um clipe ótimo!).

     

     

    A gente também adora a música Me in You e o clipe mostra a cidade natal da dupla Bergen, na Noruega. Bem linda!

     

    Calmaria, sossego e muito amor em forma de música nesse pós-carnaval!

    Share and Enjoy

    • Facebook
    • Twitter
    • Delicious
    • LinkedIn
    • StumbleUpon
    • Add to favorites
    • Email
    • RSS

    Para inspirar a decor: baú

    09/02/2016

    abre

     

    Quando você pensa em lugar muito especial para guardar os mais preciosos tesouros, o que vem primeiro à cabeça? O baú é perfeito para guardar objetos, recordações e lembranças inesquecíveis e coisinhas só nossas. Não é necessariamente algo que custe muito dinheiro, mas a gente garante que é tudo de muito valor sentimental. Aqui no blog a gente traz os baús cheios de boas histórias para inspirar a nossa decoração. Inspire-se!

     

    geral

     

    O baú faz parte do imaginário do pirata que está quase sempre com um mapa na mão em busca do esconderijo ou do lugar onde está enterrado. Mas para quê enterrar ou esconder, não é mesmo? Na nossa casa, eles podem enfeitar diversos cantinhos, servir como mesinhas de centro ou até criados-mudos.

     

    no-quarto

     

    Nele, estão tesouros que precisam ser muito bem guardados. Para gente, nada melhor do que objetos com alto valor sentimental. Isso é o que realmente importa! Fotografias, souvenires de viagem, bilhetes de museus, passagens de avião, relíquias da família, uma peça de roupa muito especial, poemas ou cartas.

     

    sala

     

    O mais legal é poder trazer essa ideia para dentro de casa e transformar aquele baú antigo em estrela de decoração. A gente não resiste aos mais vintage, feitos de madeira e já desgastados pelo tempo. Mas os reformados e coloridos também dão um charme especial ao ambiente!

     

    Amamos essa ideia!

    Share and Enjoy

    • Facebook
    • Twitter
    • Delicious
    • LinkedIn
    • StumbleUpon
    • Add to favorites
    • Email
    • RSS

    Alalaô! Para curtir a folia em SP

    05/02/2016

    abre

     

    Entre serpentinas, confetes e muita alegria, entramos com tudo no clima carnavalesco! E sabe o que é melhor? Parece que a cidade também já está diferente. Fantasias, sorrisos no rosto e marchinhas dominaram São Paulo. Para curtir a folia nessa cidade que a gente tanto ama, selecionamos os melhores bloquinhos de rua para pular o carnaval e tudo no maior estilo.

     

    Fantasiada ou não, prepare sua maquiagem (a gente deu várias ideias neste post) e se jogue no colorido, na alegria contagiante e na brincadeira! Você que não resiste a uma festa pra lá de musical, vai adorar as versões animadas de músicas de David Bowie, Caetano Veloso e até axé retrô em marchinha. Vai ser difícil ficar parada! O legal é entrar na onda e curtir com a melhor das intenções, né?

     

    tarado-ni-você

     

    O carnaval é assim: faz a gente pular, suar, cantar, dançar até cansar. Mas o melhor é extrapolar a energia, reunir os amigos, fazer a festa e levar o bloco inteiro para a rua. Que pode ser da Vila Madalena, Pinheiros, Programe-se e vamos carnavalizar!

     

    Bloco Tarado Ni Você
    O nome engraçado é de uma música de Caetano Veloso. No repertório, as melhores versões de marchinha para biblioteca de canções do artista baiano. É para sacudir o esqueleto porque a animação é total.
    6 de fevereiro (sábado), de 10h  às 17h
    Av Ipiranga x Av. São João

     

    to-de-bowie

     

    Bloco Tô de Bowie
    Os clássicos de David Bowie em versão de marchinha. Você vai se divertir ao som de Heroes, Let’s Dance, Under Pressure e muito mais! (:
    9 de fevereiro (terça), às 15h
    Largo Santa Cecília

     

    Bloco Me Lembra Que Eu Vou
    A estreia do bloco promete ser animada! Na bateria, 35 batuqueiros de outros blocos famosos na cidade como o Bangalafumenga, Casa Comigo e Confraria do Pasmado resolveram se juntar para criar um novo repertório.
    9 de fevereiro (terça), às 14h
    14 de fevereiro (domingo), às 19h
    Rua Fradique Coutinho, 2200, Vila Madalena

     

    E para depois? Tem mais!

     

    primavera

     

    Primavera, Te amo
    13 de fevereiro (sábado), às 12h
    Rua Padre Carvalho, Pinheiros

     

    Bloco Vou de Taxi
    14 de fevereiro (domingo), de 11h às 20h
    Avenida Brigadeiro Faria Lima, 64 (Bar Pirajá), Pinheiros

     

    Confira a agenda completa de bloquinhos de rua em São Paulo aqui!

    Share and Enjoy

    • Facebook
    • Twitter
    • Delicious
    • LinkedIn
    • StumbleUpon
    • Add to favorites
    • Email
    • RSS

    Antix entrevista: Editora Guarda-Chuva

    04/02/2016

    abre

     

    Prepare a cabeceira que a sua lista de livros para ler em 2016 vai aumentar consideravelmente! A gente descobriu a Editora Guarda-Chuva e o seu catálogo incrível de títulos. São projetos lindos, interessantíssimos, cheios de capricho e deliciosas histórias! O melhor é que tem para todos os gostos: para quem curte literatura clássica, poesia, história da arte, infantil, questões contemporâneas, fotografias e outros temas. Aqui no blog, a gente divide a nossa nova paixão com vocês!

     

    01

     

    A história da Guarda-Chuva passou por algumas mudanças, mas uma coisa é certa: ela é carioca da gema. Esse jeitinho descolado como conhecemos hoje nasceu quando o grupo Versal adquiriu a editora em 2010 e a remodelou com um novo projeto editorial. A marca e o catálogo mudaram, assim como o posicionamento. Quem toma à frente de tudo é uma equipe 100% feminina (Alice, Bettina, Fernanda e Andréia) e apaixonada por literatura. Confere aí! (:

     

    Antix – A Editora demorou um pouquinho para chegar à literatura, afinal antes publicava livros de saúde e questões contemporâneas. Como foi esse processo?

     

    Editora Guarda-Chuva – Veio da ideia de mudar a marca. Queríamos uma editora contemporânea em que isso também pautasse nosso catálogo. Nossos livros tratam sobre o mundo de hoje, independente do gênero. A literatura é um dos melhores registros sobre as épocas, assim como a arte, a fotografia, a ciência, áreas em que podemos encaixar nossos livros. Por isso, quando editamos literatura, preferimos aquelas histórias que falam sobre os temas de agora, contadas por gente da nova cena.

     

    02.1

     

    Antix – O que tá sendo publicado no Brasil de mais legal?

     

    Editora Guarda-Chuva – Novas editoras ou aquelas que tem sido tocadas por uma nova geração de editores são bons destaques. O nicho virou um negócio em que todo mundo quer estar, a exemplo da Aleph, que publica ficção científica e fantasia, a Veneta, de quadrinhos, a Darkside, de terror e cinema e A bolha, de livros artesanais.

     

    Antix – Vocês podem indicar três autores imperdíveis brasileiros?

     

    Editora Guarda-ChuvaPaula Gicovate, aqui da casa. Ela faz uma literatura passional, apaixonada, para leitores que não tem medo de entrega. Entre os pops da ficção, Raphael Montes, no gênero que andava meio esquecido dos thrillers. Na poesia, Ana Salek. Ela estreou a Relâmpago, nossa coleção de livros breves com “Olho Mágico”, uma seleção de poemas ilustrados pelos desenhos do artista Kammal.

     

    02

     

    Antix – E os livros de cabeceira? Quais são?

     

    Alice (publisher) – Estou lendo “A alma imoral” do Nilton Bonder, presente da Letícia Gicovate, e a “Elegância do Ouriço” da Muriel Barbery, indicação da Letícia Novaes.

     

    Andréia (marketing) – A graphic novel “Pílulas Azuis”, de Frederik Peeters, e “Mar de Histórias”, uma clássica antologia mundial de contos organizada por Paulo Rónai e Aurélio Buarque de Holanda.

     

    Bettina (designer) – “A revolução dos bichos” de George Orwell.

     

    Fernanda (produtora editorial)  – Estou lendo há cerca de um ano o “Longe da árvore”, do Andrew Solomon, em doses homeopáticas, sem pressa ou previsão de conclusão. Sendo lidos no momento: “Alimentação sem carne”, do Dr. Eric Slywitch, “Assim foi Auschwitz” (testemunhos de Primo Levi e Leonardo de Benedetti), e originais variados da Guarda-Chuva, de fantasia juvenil a dramas familiares.

     

    a-festa-é-minha

     

    Antix - Conta um pouquinho sobre a experiência de publicar o livro elogiadíssimo da Maria Clara Drummond, “A festa é minha e eu choro se eu quiser”. Como foi que ela chegou até a Guarda-Chuva?

     

    Editora Guarda-Chuva - Foi um processo natural; a Clara é amiga da Alice, e quando ela disse que tinha escrito um livro baseado no circulo de amigos delas (inclusive tem um personagem baseado na Alice), quis muito ler e consequentemente publicar. Com certeza foi um grande aprendizado, onde ousamos bastante, na capa, nos booktrailers, na divulgação… E a repercursão do nosso trabalho foi a melhor possível.

     

    03

     

    Antix – A gente percebe que as mulheres leem muito mais que os homens, mas elas publicam muito menos. No entanto, a Guarda-Chuva tem um catálogo cheio de autoras. Vocês percebem esse cenário?

     

    Editora Guarda-Chuva – Sim. Mulheres são o maior mercado consumidor em quase tudo, inclusive nos livros, mas geralmente não são as agentes do negócio. Aqui na editora é o contrário, somos uma editora com uma equipe de mulheres, publicando muitas autoras. Na verdade, isso não chegou a ser um esforço consciente, mas sim um movimento natural. Fomos publicando livros em que acreditávamos, que tinham a ver com o perfil editorial que estávamos buscando, e quando percebemos tínhamos um catálogo representado por diversas mulheres interessantes.

     

    04

     

    Antix – E os livros infantis?

     

    Editora Guarda-Chuva - O trabalho é uma delícia, mesmo no mais simples dos formatos. Os textos e as imagens caminham juntos, contando histórias individuais que se completam e tornam a leitura mais rica. Tem o desafio da parte pedagógica: é preciso estar atento para que o livro passe a sua mensagem de forma clara aos pequenos leitores, dentro do universo de referências que eles possuem, mas evitando cair na armadilha do excesso de didatismo, que pode deixar o livro “explicadinho” demais e acabar com toda a magia da leitura.

     

    05

     

    Antix –  Quais são as principais ferramentas e dicas para quem sonha em escrever um livro? Ainda é muito difícil ou com a Internet ficou mais fácil?

     

    Editora Guarda-Chuva – Com certeza está mais fácil, a internet democratizou a auto publicação e o autor tem mais meios para encontrar seu leitor. Porém, o desafio da distribuição e comercialização ainda são os mesmos. Nossa produtora editorial ainda dá mais uma dica: leia muito, sempre. Mas jamais tente afetar um estilo só porque você tem a impressão de que é assim que os “escritores de verdade” devem soar. Encontre a sua própria voz e trabalhe para aprimorá-la até o limite (e então procure ir um pouco além). Só assim o seu livro tem a chance de provocar no leitor a sensação de estar diante de algo especial. Qualquer coisa que não seja verdadeira vai parecer uma versão ligeiramente pior de algo que alguém já fez antes.

     

    Para aumentar a lista literária de desejos! Boa leitura (:

    Share and Enjoy

    • Facebook
    • Twitter
    • Delicious
    • LinkedIn
    • StumbleUpon
    • Add to favorites
    • Email
    • RSS

    Para passar o tempo: joguinhos incríveis

    03/02/2016

    Para fila que não tem fim, na sala de espera do médico, para ficar de bobeira no fim de semana: os joguinhos no celular são ótimos para ajudar a passar o tempo! Aqui no blog, separamos três daqueles tipos superviciantes! Vamos jogar?

     

    monument

     

    O Monument Valley (iOS e Android) é um dos jogos mais lindos e incríveis que existem! Ele foi o aplicativo vencedor do Apple Design Award de 2014. O objetivo é ajudar a princesa Ida em sua busca misteriosa. O desafio envolve quebra-cabeças, ilusões de óptica, arquitetura surreal e muita geometria. Os capítulos dessa história parecem impossíveis de resolver, mas você vai acabar embarcando em uma viagem de enigmas e aventuras. O melhor é que os cenários são lúdicos, fascinantes e cheios de animação. Daqueles joguinhos perfeitos para experientes e iniciantes!

     

    pac-man

     

    Pac Man (iOs e Android), ou come come, é um clássico que marcou a nossa infância e já tem a sua versão moderninha para o celular. A novidade é que agora você pode mudar a carinha do jogo, mas pode também manter o retrô, se preferir. O objetivo do game é fugir dos fantasmas enquanto devora as bolinhas nos labirintos. Não tem segredo! É intuitivo, dinâmico e perfeito para passar o tempo.

     

    high-dive

     

    Já o High Dive (iOs e Android) é outro jogo com o visual bonitinho e daqueles bem rápidos de jogar. A ideia é ajudar o Walter a quebrar seu recorde de mergulho em queda “livre”. É que um monte de passarinhos estão no seu caminho, atrapalhando o salto. Você precisa pular e desviar dos obstáculos que, neste caso, são pássaros. Fofo!

     

    Para divertir!

    Share and Enjoy

    • Facebook
    • Twitter
    • Delicious
    • LinkedIn
    • StumbleUpon
    • Add to favorites
    • Email
    • RSS

    Roupa na decoração

    02/02/2016

    abre

     

    Sabe aquele vestido que você tanto ama que tem até dó de deixar guardado lá no fundo do armário? Que tal compor a decoração do seu quarto com ele? Sim, isso mesmo! Às vezes, quando a roupa é tão linda, a vontade é mostrar para o mundo o quanto ela é especial. Vem com a gente se inspirar a decorar com… roupas!

     

    quarto

     

    Deixar uma peça à mostra, e toda exibida para quem quiser ver, tem algumas vantagens. Uma delas é que, desse jeito, você não corre o risco de esquecer a roupa lá no armário. Outra vantagem é que você pode variar conforme o seu humor e fazer um revezamento de roupas preferidas na parede. (;

     

    quarto2

     

    O mais legal é deixar a roupa propositalmente exposta. Tal como se fosse uma obra de arte ou um objeto decorativo. Por isso, é interessante que você separe um cabide bonitão e um cantinho só para ela. Uma dica é aproveitar a parede ou o cantinho do espelhão.

     

    infantil

     

    Mas atenção! Não estamos falando daquela roupa pendurada no cabideiro que a gente sempre usa. É uma peça que marcou um dia especial ou que combina perfeitamente com a sua decoração.

     

    sala

     

    Outra dica é pendurar no alto. Lembre-se esta não é uma peça do dia a dia. Deixá-la menos acessível vai passar uma mensagem de “este vestido está exatamente onde deveria estar”. Mas nós gostamos também desse clima baguncinha meticulosamente planejada!

     

    Pronta para usar seu vestido na melhor composição decorativa?

    Share and Enjoy

    • Facebook
    • Twitter
    • Delicious
    • LinkedIn
    • StumbleUpon
    • Add to favorites
    • Email
    • RSS

    Vídeo da campanha: Contos do Campo ♥

    01/02/2016

    Oba! Tem surpresa boa para fazer a gente suspirar por aí! A nossa coleção Contos do Campo, inverno 2016, tá saindo do forno e a gente confessa que esse é um dos nossos momentos mais esperados do ano. Todo mundo aqui na Antix ama as viradas de coleção! Afinal, quem não curte uma novidade? ♥ Confira o vídeo da campanha e vem se deliciar junto com a gente.

     

     

    Já deu para sentir que o nosso inverno vai correr solto pelo universo do campo, né? Prepare-se para se apaixonar! A gente vai trazer estampas lindas, modelos supercharmosos e outras surpresinhas. Tudo para viver momentos incríveis! Entre flores, plantações, legumes, frutas e bichinhos, a gente promete se divertir com ótimas histórias.

     

    Como deu para ver no vídeo, a ideia é se inspirar em uma viagem ao interior do nosso coração. Aqui é permitido subir na árvore, colher os legumes fresquinhos da horta, ajudar a vó a preparar uma sobremesa bem gostosa, ficar pertinho dos bichos e colocar os pés e as mãos na terra.

     

    Para segurar a ansiedade e controlar as emoções! A coleção Contos do Campo chega às lojas e à Antix Store no dia 12 de fevereiro. 

    Share and Enjoy

    • Facebook
    • Twitter
    • Delicious
    • LinkedIn
    • StumbleUpon
    • Add to favorites
    • Email
    • RSS

    Dia da Saudade

    30/01/2016

    abre

     

    Ai, a saudade! O calendário ganhou um dia para marcar esse sentimento tão difícil de traduzir e que a língua portuguesa conhece tão bem. A saudade, aquela que aperta no peito, traz a vontade de estar perto ou de voltar no tempo. A gente não sabe muito bem explicar, mas tem certeza de uma coisa: só dá para sentir saudade do que marcou nossas lembranças e encheu nosso coração de amor. Por isso, aqui chegou a hora de celebrar a saudade! <3

     

    01

     

    É quando um cheiro, uma fotografia, uma memória, uma música ou um objeto faz a gente viajar para algum lugar bem distante. Nos fazem revirar baús, encontrar tesouros, mergulhar na nostalgia. Mas nem só de melancolia e tristeza uma saudade é feita. Ela é uma coleção de experiências e sentimentos intensos que vivemos.

     

    02

     

    É o gostinho da infância, o bolo fofinho da vovó, é alguém que já se foi, as férias na praia, uma viagem inesquecível e a vontade de abraçar alguém que agora está muito longe. E sabe o que é incrível? Ela não avisa, chega de surpresa, mexe com as nossas emoções. A saudade faz a gente olhar para dentro de uma maneira superespecial.

     

    03

     

    Ela também faz a gente chorar e sorrir ao mesmo tempo e bagunça tudo porque é algo meio nostálgico, meio feliz. Mas, acima de tudo, é a certeza de que uma memória, uma pessoa ou um momento ficou muito bem guardado dentro da gente.

     

    Saudade é o amor que permanece (e aquece!).

    Share and Enjoy

    • Facebook
    • Twitter
    • Delicious
    • LinkedIn
    • StumbleUpon
    • Add to favorites
    • Email
    • RSS
  • arquivo

    fevereiro 2016
    D S T Q Q S S
    « jan    
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    2829  
  • instagram

     
  • ...